Lavanderia H2O em Lorena, Vale do Paraíba e Sul de Minas Gerais
Menu

Conhecendo seu tecido: Seda

por em Curiosidades


Alguns tecidos são parecidos, mas os cuidados variam, pois a sua origem não se iguala na maioria das vezes, tornando a peça diferenciada e podendo ser bem mais delicada do que pensamos. Jogar as roupas dentro da máquina de lavar, tirar depois de bater, pendurar e esperar secar para recolher, pode até ser uma ideia de plano fácil, mas vai bem mais além disso. Voce já deve ter reparado que as etiquetas das roupas variam por peça, e por mais que ignoremos estes símbolos, eles são bem importantes para um cuidado maior.
Roupas não duram para sempre e tendo esse pensamento, nos faz querer dobrar os cuidados com o que temos, e claro, gostamos de ter.
Pensando nisso decidi fazer uma pesquisa em relação a certos tipos de tecidos, que muitas vezes não damos conta de como estamos fazendo errado o processo de cuidar dele. Não digo apenas lavar em si, mas também secar, passar e até mesmo guardar.
Sabe aquela roupa que você deixa ela sempre dobrada e guardada certinha, mas na hora que você vai pegá-la, lá está ela toda amassada?! Então, com isso fiz uma lista de tecidos e seus habituais cuidados.

Seda:
Uma peça que muito se cobiça, pois seu linho macio e confortável agrada a maioria das pessoas de todo o mundo. Sabe-se que é um dos tecidos mais comuns que se tem no planeta e por mais fácil que seja de achar, todo cuidado é pouco.
Antes de pensar em lavar esse tecido, saiba que máquinas de lavar não ajudam no cuidado, por isso lave-o sempre a mão, de preferência com sabonete neutro, ou até shampoo neutro (para bebês). Para começar a lavar uma peça de seda, verifique se a mesma não sofre alterações ao entrar em contato com a água. Coloque uma parte da peça em um balde de água fria por alguns minutos e verifique se a agua sofreu alguma alteração durante esse período. Caso tenha ocorrido, a peça é sensível portanto pode sofrer com essa lavagem. Para amenizar a perda de cor, acrescente um pouco de sal na água, pois o sal impede das roupas desbotarem, e além disso o sal também restaura as cores de tecidos já desbotados, eliminando os detergentes ja armazenados ali.
Após a lavagem a mão, e todo o processo de limpeza, chega a hora da secagem. Se você possui secadora automática em sua casa, pode esquecer, pois a seda é uma peça sensivel a calor, e por esse motivo o uso de uma secadora automática pode romper todas suas fibras e em poucos minutos danificar o tecido. Um bom jeito de se secar uma peça desse tipo é enrolando-a em uma toalha torcendo-a para que a mesma possa absorver toda a água que esta presente no tecido, assim estando protegida e seca. A secagem deve ser natural
Na hora de passar a roupa, o ferro deverá estar quase frio e sem vapor, pois o calor danifica muito esse tecido.
Dobrar esse tecido não ajuda muito, pois por ele ser sensível, pode acabar sendo amarrotado tudo de novo,então o melhor a se fazer é guardá-lo em um cabide.


Deixe um comentário